Disponível em: cumaru, ipê, tauari, jatobá, roxinho, sucupira

com quantos paus se faz um banco

De inspiração náutica, o Banco Marítimo apresenta estrutura que remete aos antigos pescadores e suas habilidades manuais para entrelaçar redes e amarras para as embarcações.

Composto integralmente por encaixes — sua montagem dispensa soldas, pregos ou parafusos —, suas peças são firmemente tensionadas com a precisão do encordoamento, oferecendo uma estrutura rígida e leve.

Possui armação em madeira maciça e assentos em corda naval de algodão (cru ou tingido), elementos versáteis e que possibilitam a personalização do conjunto, visando sempre a total integração do móvel ao ambiente.

O Banco Marítimo mistura em seu desenho as linhas simples das jangadas ao trançado dinamarquês — inteiramente elaborado a mão.

As madeiras nacionais e cordas de aproveitamento têxtil unidas às linhas propõem harmonia ao design da peça, que é indicada para áreas internas.